quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Dormitar

Dormir nos teus braços,
perigoso de nunca acordar.

Doce o sabor dos teus lábios
Suave o toque dos teus dedos

Num leve dormitar

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Sempre

"...Quando talvez precisar de mim
Cê sabe que a casa é sempre sua, venha sim - ponto final