terça-feira, 14 de junho de 2011

Ode a Ti

Falo de sua pele, de seu nariz
e de suas orelhas.
Contemplo seus olhos, seu sorriso
e seu perfil.
Me inebriu no odor de sua pele.
"Poderia viver aqui"
Respiro fundo e sinto que consumo
uma parcela de ti.
Pouco a pouco vou te consumindo ao
longo dos anos.
Para no final possuir, então, você
por completo dentro de mim.